Customização

Escudo de guitarra com Colorgin

Achar um escudo com a mesma cor das plaquetas de encaixe braço-corpo, parte elétrica e jack feitas sob encomenda: missão criativa para fazer as coisas acontecerem na Pauleira Guitars.

Poderia ter mandado fazer uma chapa de acrílico na mesma tonalidade ou uma chapa de metal. Mas havia uma solução mais rápida, prática e de custo-benefício excelente: Colorgin!

A chapa de acrílico transparente foi o material ideal para esse escudo.

O primeiro passo foi levar uma plaqueta (a do encaixe que era menor e mais fácil de retirar – uma vez que era necessário retirar o braço da guitarra em questão para regulagem) até uma loja de tintas e escolher a cor do spray pela tampa.

Missão um tanto quanto complicada, pois precisava coincidir exatamente com o restante do layout de uma Tele sparkle sem agredir o visual. E combinar com as demais plaquetas. Cor escolhida: Bronze – Linha Alumen.

Comecei com um teste. Como deu certo, não quis cortar o escudo antes de passar a tinta e repetir o processo só na finalização da peça. Afinal, já estava lá a chapa pintada. E a vantagem é a secagem rápida da tinta. Foram 3 demãos. Poderiam ser 2, mas criei minha própria margem  de segurança, digamos assim.

Nessa hora, a grande expectativa foi cortar e lixar o acrílico sem riscar o acabamento que antecipou esse processo. Mas como eu queria fazer o trabalho com emoção revolvi colocar o carro na frente dos bois.

O molde do escudo foi desenhado pelo meu grande amigo Skowa. Uma pessoa altamente criativa, alegre e com um groove inexplicável de fazer música e de viver a vida!

Apesar do neck plate ter um leve desgaste pelo tempo e pelo atrito, a cor caiu como uma luva!

Chapa cortada, lixada, chanfrada e adaptada sem estragar a tinta! Perfeito!

A placa das molas também foi feita da mesma maneira, seguindo o molde da anterior que era preta.

A Tele que não tinha escudo ganhou um novo visual que acabou equilibrando o brilho sparkle com o estilo dos acabamentos escolhidos pessoalmente pelo próprio Skowa.

28 thoughts on “Escudo de guitarra com Colorgin

  1. A pauleira ja faz parte dos favoritos do navegador, sempre que posso, dou uma passada no site para ver as novas invenções da Pauleira.
    Parabens. sou seu fã

  2. aqui na minha cidade não tem nenhum luthier competente
    tenho ate medo de levar minha Pacifica 012 neles
    sempre passo aqui no blog pra ver oq eu mesmo posso fazer nela, aprendi mtas coisas
    inclusivei fiz a minha propria blindagem 🙂
    sou grande fã da Paula

  3. Muito bom o seu trabalho e a sua criatividade em achar uma soluçõa personalizada…Vou dar uma dica, os control e neck plate eram cromados…Eu dei um jato de areia e depois 2 demãos de verniz fosco automotivo….Queria um efeito de aço “skowado” rsrsrsr…Parabéns mais uma vez e sou seu fã…

    1. Oi Matheus…se a tinta por acaso sair vai demorar muito tempo pois elá não está sofrendo atrito por estar na parte de baixo do escudo.
      Mas vamos ver com o tempo né…essa experiência para mim é recente e por enquanto está tudo ok!

  4. Da ate vontade de desmontar minhas filhas aqui e customizar.. o problema que se der algo errado vou ter que mandar pra Paulera Guitars.. rsrs…. Belo trabalho .. Parabens!

  5. olá!! Pauleira, tú faz um bom trabalho, me amarro no estilo que tú tens, as pinturas que fazes e as cutomizações ficam muito legais, parabéns pelo belo trabalho..

  6. Ola, tenho acompanhado o seu blog, tenho uma yamaha eg 303 preta e gostaria de dar uma modificada nela, estou pensando em colocar uma floyd rose, tenho algumas duvidas referente a profundidade que terei q fazer para coocar a mesma e o nut no braco, como q eu poderia fazer….vc poderia me dar uma orientacao sobre a mesma?? desde ja agradeco e seu blog e muito bom, desde ja agradeco a atencao

  7. Trabalho bonito, mas infelizmente é somente para ficar em exposição ou no centro de uma sala ou pendurado na parede..porque? Nas primeiras palhetadas, já era! Garanto que em uma guitarra de ponta, só um doido pra fazer essa gambiarra…mas tai, pra quem quiser aprender a pintar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *