Construção

Les Paul Begins: Ficha Técnica

Pauleira Guitars Apresenta: Les Paul Begins
Pauleira Guitars Apresenta: Les Paul Begins

Dizem que tudo tem um fim…mas este projeto da Les Paul Begins, como o próprio nome já diz, é apenas o começo!

O que era para ser algo inspirado na Les Paul do John Fogerty com um simbolozinho do homem morcego, tornou-se a Guitarra do Batman.

O Corpo

Shapes de instrumentos são formas definidas anatomica e/ou esteticamente no corpo e no braço.

Neste projeto foi criado no topo da guitarra um shape nada planejado. No momento em que estava desenhando a área a ser desgastada, seguindo o contorno do corpo, percebi que o final das duas curvas que seguiam para o final poderiam se transformar nas formas do simbolo do Batman.

Como o desenho pode ser modificado, fiz o teste. O visual parecia interessante e optei por tentar a sorte.

Outro detalhe é que o corpo é mais fino que uma Les Paul tradicional e um pouco mais acinturado.

Na parte traseira da guitarra, optei por um rebaixo próximo a área do braço para melhorar o acesso às últimas casas da escala.

A madeira escolhida para o corpo foi o Cedro pelo fato de ter um timbre mais encorpado similar ao Mogno. E por ser mais leve que o Mogno. Afinal, quando se trata de Tio Valter, estamos falando de muitas horas tocando classic rock de pé!

O fato de ter diminuído a espessura, escavado bastante o topo, criado um rebaixo, diminuiu um pouquinho mais o peso do instrumento. Tudo isso para ver o Tio mais vezes tocando sempre muito mais do que cinco horas sem parar…haja repertório! Mas cá entre nós…quando pensamos que o repertório acabou o show está apenas começando!

Ponte Tune-o-Matic da Gotoh com gravação do simbolo – foi o único lugar que eu consegui colocar o que me foi pedido: um simbolozinho do Batman em qualquer lugar!

Uma observação dessa ponte é que tive que fazer a cavidade das cordas para assentá-las nos carrinhos. Pois estavam apenas marcados no centro.

Este acabamento eu fiz com pedaços de acrílico de 1mm de espessura.

Foi uma solução criativa para dar um acabamento melhor em torno dos rebaixos feitos para os postes ajustáveis da ponte.

Os pickups escolhidos para a LP foram os HH777 Realbucker e Hellbucker.

Ambos receberam o acabamento com um cover cromado – instalado com cera para velas – nos quais também foram gravados o simbolo do Batman além do acabamento com as molduras cromadas.

Curiosamente eu fui até um quiosque de gravação de placas de metal e objetos como isqueiros, pingentes, canetas…deixei a galera na fissura para conseguir centralizar o desenho onde eu queria. Principalmente no cordal, que é uma peça com curvas.

O processo foi realizado por uma impressora da Roland que grava as placas com micro agulhas.

Os componentes da parte elétrica: chave toggle gotoh, potenciômetros CTS de 500K, capacitores de 47nk, jack mono Switchcraft e knobs “black speed” (pretos transparentes com marcações brancas). Esquema elétrico de Les Paul, seguindo os códigos das cores de humbuckers da Malagoli.

 

O Braço

O shape escolhido para o braço foi o modelo em “C” com 1 polegada (ou 2,54 cm) de espessura, a pedido de Valter.

Entre o headstock e o braço, foi definido um shape com um formato mais pontudo.

As tarraxas são blindadas, da Gotoh. Disposição 3 + 3 com botões tulipa, estilo vintage.

Optei por aplicar o logotipo na parte de trás pois prefiro que a guitarra tenha sua própria identidade.

Por isso escolhi um nome para o projeto e defini sua aplicação na parte da frente, afirmando o conceito de toda construção.

O logo em relevo era para estar bem sutil mesmo. Meio camuflado, escondido e ao mesmo tempo aparente. Assim como a ponta do headstock que foi alterada por ser uma das partes do instrumento que mais caracteriza seu estilo.

Para dar acabamento no final da cavidade do tendor, criei uma tampinha meio gótica com uma chapa de acrílico de 1mm de espessura. Como essa área é um pouco curvada, aqueci a tampinha com secador de cabelo e a modelei de acordo com o formado da área que ela ocuparia.

Este é o Black Tusq da Graphtech, uma empresa que desenvolve peças em laboratório para que as ondas sonoras das cordas sejam fielmente captadas e distribuídas em sua totalidade. Além de ter um visual atraente, é um material muito fácil de trabalhar.

Neste caso, a pestada já possuía as cavidades para o encordamento .010 e tudo foi mais rápido.

A escala escolhida foi o Jacarandá. Por seu timbre encorpado e com muito sustain, além da coloração apropriada para esta construção. O raio é de 16 polegadas e o comprimento da escala, 24 3/4″.

Marcações quadradas em acrílico que simulam madre pérola no topo da escala e nas laterais, pequenos dots brancos.

22 trastes Sanko médio.

Tensor barra dupla.

 

Os Acessórios

Desde o princípio, pensando na idéia de tocar as músicas do John Fogerty, e assistindo vídeos dos tempos de Creedence, achei que o cabo em espiral, vintage seria uma ótima opção para acompanhar a guitarra.

Os cabos vintage da VOX, possuem conectores banhados a ouro 24K o que garante uma ótima condutividade, também são resistentes a corrosão e altas temperaturas.

E como não poderia faltar a bat-caverna: o case personalizado e feito sob medida para o instrumento se acomodar em um lugar sombrio e descansar das longas jornadas musicais.

Este foi um projeto muito especial que fiz questão de compartilhar com todos assim como nos momentos de aprendizagem fui instruída com muita atenção para que pudesse iniciar a construção de instrumentos de braço colado.

Por isso quero agradecer em especial a B&H Escola de Luthieria: Henry Ho, Marcio Benedetti, Rafael Rato, Saulo Peghin, Fabiano Amorim.

Também a Music Kolor que foi responsável por uma pintura para lá de complicada.

Fabio Montone e André Miskalo por toda participação em torno desse projeto e de muitos outros.

A toda família que sempre participa das idéias malucas de Pauleira.

E a todos vocês que vêm acompanhando desde o princípio essa maratona!

A partir de agora, seguem os novos projetos!

Espero que tenham gostado.

Mais fotos da Les Paul Begins estão disponíveis na nova página da Pauleira Guitars no Facebook.

61 comentários sobre “Les Paul Begins: Ficha Técnica

  1. Eu estava há uns bons dois meses esperando por esse post… e a espera valeu muito a pena!!!
    Ficou muito irada essa guitarra! Parabéns à Pauleira pela construção de um instrumento tão bonito e ao Tio Valter pela bela guitarra que vai tocar daqui pra frente!!!

  2. Muito bom! =) Mas.. ficaria ainda melhor se o morcego do headstock e o nome fossem cromados em alto-relevo, tipo alguns logos da Cort. Dá um efeito super legal. E reparei que o braço não tem um “binding”, e gostaria de tirar uma dúvida: é possível pegar um braço pronto, como está, e adicionar colocar um “binding”???

    1. Luiz, o binding a gente faz antes de colar a escala…para fazer depois o trabalho é muito maior. Teria que tirar os excessos de madeira da escala das laterais para encaixar o friso, alem de ter que isolar o braço para não machucar a pintura…ou até descolar a escala, fazer o binding e colar novamente….muito trampo eu acho!

  3. Simplesmente FANTÁSTICO!!! Sem outras palavras pra descrever toda a saga e, principalmente, o resultado dela. Parabéns, Paula!!! Pra mim, q acompanhei a tudo pela web, vc se mostrou uma profissional extremamente competente, criativa e cuidadosa!!!

    Grande abraço!

  4. Paula, além de linda está com uma construção fantástica e um capricho de quem estava fazendo o instrumento para si mesmo e não para outro. Parabéns continue assim, esta é a trilha para o sucesso. Abração.

  5. Paulinha , muito legal a guita,,, tenho só uma critica,,, alias critica nao uma sugestão… coloca umas tarraxas gotoh e com a cabecinha vintage redondinha, da um ar mais classuda… mas anyway,,, parabens belo instrumento… keep rockin

  6. Caraca Paula! demais os detalhes e os caprichos que você incorpora nos seus projetos só falta aquele video pra gente escutar ela falando xD

    Parabéns mais uma vez!

    1. Oi Fernando! Muito obrigada!
      Video? Que video? hahaha estamos com o áudio prontinho já gravado….agora o video ainda estamos fazendo. Vai levar mais um tempinho pois estamos a mil aqui na Pauleira Guitars! =D
      Um beijo

  7. Paulinha, estou sem palavras! A beleza, os detalhes, criatividade e principalmente a tua habilidade são, como sempre, de encher os olhos!
    É sempre um prazer passar por aqui.
    Obrigado por compartilhar tudo isso com a gente!
    Beijão!

  8. O discurso que faltou na entrega da guitarra:
    Pauleira, voce é realmente uma pessoa incrivel. Essa guitarra é realmente uma obra prima. É preciso divulgar a maneira como voce desenvolve o seu trabalho e não apenas o resultado, que é uma consequencia natural. Quem quiser saber mais sobre o resultado final, pode entrar em contato comigo que terei o maior prazer de compartilhar a sensação que estou sentindo e a seriedade que essa menina tem ao executar um trabalho. Essa menina vai longe. Já estou pensando qual será a minha próxima encomenda. Voce é admiravel!!! Parabens!!! Sucesso!

    1. Nossa! Muitíssimo obrigada Tio Valter!!!
      Realmente, carinho é o que não faltou e eu estou muuuuuuuuuuito feliz de ter conseguido concretizar uma guitarra altamente customizada para uma pessoa tão especial!
      VALEU A PENA!!!!!
      Um grande abraço
      Paula

  9. Olá Paula, essa guitar ficou muito 10 parabéns você é fera mesmo! Deus te abençoe, sim! por favor! voces tem aí pra vender essas fresas com rolamentos, eu sou do interior do RN, aqui eu não encontrei de jeito nenhun, se tiverem, qual o preço? desde já eu agradeço mesmo.

  10. Nooooossa cara, as tres coisas mais tops do mundo reunidos em uma só: rock’n roll, les paul, e batman!!! kkkk cara, ficou incrível mesmo.. linda linda. Ela nao ta a venda nao? hehehe

  11. Paula, eu não tive a oportunidade de acompanhar o seu trabalho, mas percebi pelos comentários dos outros colegas que você é uma profissional perfeccionista, parabéns pelo trabalho a guitarra está visualmente maravilhosa. Depois grava um som e deixa para curtirmos ok?!

    1. Teddy, muito obrigada.
      O som já foi gravado e ficou sensacional!
      Ainda não tive a oportunidade de trabalhar a divulgação dele devido a quantidade de trabalhos que venho recebendo – ainda bem! =D
      Gosto muito do que faço e procuro fazer da melhor forma e de uma forma diferente também!
      Bem vindo ao blog da Pauleira!
      Um abraço
      Paula

  12. LP mais perfeita que eu já vi! melhor acabamento melhor td! Pintura MusicKolor cabulosa! Parabens a todos que participaram deste projeto maravilhoso

  13. Paula,
    tudo bem?
    Admiro muito seu trabalho. E sabendo que tu manja muito de luthieria surgiu uma pergunta :  é possível transformar um corpo strato em um tele, talvez com enxerto ou o ideal seria comprar um corpo novo ?

  14. A Pauleira é um fenômeno! É lindo ver você usar esse dom que Deus lhe deu. Tem muito bom gosto e carinho com instrumentos musicais. Parabéns, e obrigado pelo blog, todos os guitarristas e os que gostam de guitarra reconhecem seu talento. Abração!!!

  15. Paula, acabei de ver esse seu trabalho e estou (mesmo) sem fôlego! Eu brinquei ontem com minha esposa sobre ter uma “bat guitarra”. E aí… Vejo essa obra prima!!

    Dar os parabéns é simples. Elogiar teu trabalho tambem.

    O que você fez é incrível.

    Ate por ter sido pai a, relativamente, pouco tempo não ta sobrando grana.. Mas é possível você fazer essa guitarra para venda? Caso positivo, como eu poderia legar maiores informações?

    Grato. 

  16. Não sei o que gostei mais!!!! Da guitarra ou da Paula…Rs
    Paulinha, sua guitarra é realmente um espetáculo, Mas você ofuscou um pouco a beleza dela, você é linda. Parabéns!!!!
    Beijos!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *