Tele Micawber Rockin’ Stones

O desafio dessa vez foi trabalhar uma customização legendária em uma guitarra ícone no cenário do Rock: a Tele Micawber (“number one” do famoso Keith Richards do Rolling Stones).

tele_micawber_pauleira1

Atendendo ao pedido do Tchago Ceccheto, o Keith Richards da Banda Rockin’ Stones, encaramos como um projeto inspirado na Micawber, nos inspirando também na forma como a banda cover de Rolling Stones atribui sua personalidade em suas apresentações. Afinal de contas…”Ceci n’est pas une Micawber”!

tele_micawber_pauleira2Nós adoramos o modo como as pessoas trazem suas idéias e as relacionam com o tipo de trabalho que oferecemos…além de chegar com fotos impressas e virtuais, Tchago também trouxe suas sugestões para que este projeto não ficasse preso numa simples réplica e que tivesse também uma personalidade! Nos identificamos na hora!

tele_micawber_pauleira3Para quem ainda não conhece, a nossa referência é uma Fender Telecaster modelo 1953 que Keith Richards batizou de Micawber, um personagem criado pelo romancista Charles Dickens em uma de suas obras mais famosas, “David Copperfield”. Muito se especula do porquê desse apelido, mas pouco se sabe a real intenção do guitarrista. Segundo algumas pesquisas Keith disse que era um nome incomum em qualquer lugar e que todos saberiam quando ele pedisse pela Micawber nos palcos…

tele_micawber_pauleira4E esta é a protagonista do nosso projeto de transformação. Uma guitarra modelo Tele feita pela Tagima no início dos anos 90.
tele_micawber_pauleira5Já com escala clara e levemente detonada foi escolhida especialmente pelo Tchago para esse Makeover.
tele_micawber_pauleira6tele_micawber_pauleira7tele_micawber_pauleira8tele_micawber_pauleira9tele_micawber_pauleira10Vamos ver então como a Tele Tagima foi se transformando em TeleRichards Pauleira…
tele_micawber_pauleira11 Logo após a desmontagem, começamos a descaracterização do modelo…tele_micawber_pauleira12…com a retirada da pintura do corpo com removedor de tintas.
tele_micawber_pauleira13É uma beleeeeeza essa química! Com a ajuda de uma espátula, removemos toda cor original sem dó!
tele_micawber_pauleira14tele_micawber_pauleira15tele_micawber_pauleira16Mas como nem tudo é moleza, logo de cara já começamos a lixar para remover todos os resquícios coloridos e saliências indesejadas.
tele_micawber_pauleira17Tanto no corpo quanto no headstock…sorry Tagima!
tele_micawber_pauleira18A Tele Micawer é um instrumento dotado de particularidades.
tele_micawber_pauleira19No braço, o captador single foi substituido por um Gibson PAF humbucker…daí nós alteramos a cavidade também para a instalação do pickup que encomendamos com o Edu da Fullertone Pickups…sob medida especialmente criado para uma sonoridade 100% Rolling Stones! Assim como o captador da ponte (Fender Lap Steel configurado para a combinação do humbucker) tudo by Edu.
tele_micawber_pauleira20Aproveitamos a area já existente e ampliamos o necessário para o novo captador no braço.
tele_micawber_pauleira21As próprias marcas revelam o que era e em que se transformou a cavidade. E a partir desta intervenção na madeira, seguimos com o “realismo mágico” das experiências que criamos durante os trabalhos…

tele_micawber_pauleira22 Tintas, cores, pincéis, placa de acrilico, pano, thinner…todos os recursos separadinhos para início de uma experiência que não fazíamos ideia se poderia dar certo.tele_micawber_pauleira23Se ficaria bom, se era possível, se o Tchago iria gostar, se chovesse, se o Keith Richards puxaria nosso pé a noite…se…se…mas nada disso importa! Fazemos o que acreditamos que possa ser uma solução diferente, interessante, artística, criativa afim de oferecer algo exclusivo. O que para nós é o verdadeiro sentido de ser “Pauleira”!

tele_micawber_pauleira24Essa diversidade de situações mirabolantes assumidas nos motiva a trabalhar sempre com novos desafios.

tele_micawber_pauleira25Com essa mistura de tudo o que conhecemos, acreditamos, buscamos e aprendemos, optamos por trabalhar um elemento que essa guitarra não tinha para poder lembrar um pouquinho a Micawber…
tele_micawber_pauleira26…os veios da madeira!
tele_micawber_pauleira27Calculamos os riscos, testamos e deitamos o pincel com as cores escolhidas para desenhar uma aparência de Ash num corpo de Marupá.

tele_micawber_pauleira28tele_micawber_pauleira29Veios simulados artisticamente pelo Fabio, massss precisamos fazer mais artes para que essa guitarra se transforme em uma Micawber Pauleira.
tele_micawber_pauleira30Aplicamos uma coloração vintage para o efeito butter-translucido-amarelado-verniz…
tele_micawber_pauleira31…buscando o tom Micawber like a Rockin’ Stones!
tele_micawber_pauleira32tele_micawber_pauleira33Também aplicamos uma camada de verniz para segurar essa sensível intervenção artística.
tele_micawber_pauleira34Mas ainda falta o toque especial…
tele_micawber_pauleira35…o relic.
tele_micawber_pauleira36Que é uma característica em particular deste modelo.
tele_micawber_pauleira37tele_micawber_pauleira38tele_micawber_pauleira39tele_micawber_pauleira40tele_micawber_pauleira41tele_micawber_pauleira42tele_micawber_pauleira43tele_micawber_pauleira44tele_micawber_pauleira45tele_micawber_pauleira46Outra particularidade dessa guitarra é a marcação da casa 17…ou melhor, a ausência dela!tele_micawber_pauleira47Cada relic aqui na Pauleira é uma bagunça infinita! Parece que rolou terremoto na oficina…mas no dia seguinte está tudo no seu lugar – por isso nos organizamos para arrebentar instrumentos só no fim do dia!
tele_micawber_pauleira48E que no dia seguinte tudo volte ao seu devido lugar para que possamos continuar os projetos com mais espaço!
tele_micawber_pauleira49O escudo da Micawber também foi alterado para receber o humbucker com moldura. Marcamos então as limitações junto com o escudo original para chegar num formato que se adequasse ao corpo desta guitarra.
tele_micawber_pauleira50Também reposicionamos a nova ponte douradinha, novinha, brilhante…
tele_micawber_pauleira51…mas como a furação “string-trough” no corpo não coincidia com a da ponte escolhida, ajustamos a saída das cordas na parte do top da guitarra para que, ao serem colocadas essas cordas pela parte traseira, se direcionassem para os furos determinados na nova ponte.
tele_micawber_pauleira52E por falar em ponte, nós não tivemos coragem de deixá-la com aquele dourado reluzente imperial para este projeto. Então demos um banho de envelhecimento na peça…essa foto acima é do primeiro dia.
tele_micawber_pauleira53E esta, já no terceiro dia…mas deixamos mais um tempinho enquanto continuávamos com as outras atividades.
tele_micawber_pauleira54Blindamos com cobre.
tele_micawber_pauleira55E voltamos para o escudo…é uma doideira mesmo. A gente começa o escudo, pára. Estraga a ponte, volta. Risca a guitarra, sai para tomar energético…e assim vamos seguindo com os projetos!
tele_micawber_pauleira56tele_micawber_pauleira57tele_micawber_pauleira58tele_micawber_pauleira59Decalques dos logos no headstock. As vezes utilizamos adesivo também, ou desenhamos a mão. Varia de acordo com cada projeto!
tele_micawber_pauleira60 tele_micawber_pauleira61Aplicação….muito rápido, simples e pratico. Claro que envolve alguns cuidados mas já estamos providenciando um novo post sobre a aplicação do waterslide!
tele_micawber_pauleira62 Envernizamento.tele_micawber_pauleira63E com toda estrutura já preparada, iniciamos a montagem da guitarra tão especial para o Tchago quanto para nós.
tele_micawber_pauleira64tele_micawber_pauleira65tele_micawber_pauleira66tele_micawber_pauleira67Esse detalhe da afinação em open G e a utilização de cinco cordas é outra característica importante deste modelo. Toque final da nossa regulagem.tele_micawber_pauleira68tele_micawber_pauleira69tele_micawber_pauleira70tele_micawber_pauleira71tele_micawber_pauleira72tele_micawber_pauleira73tele_micawber_pauleira74tele_micawber_pauleira75tele_micawber_pauleira76Na entrega da guitarra, convidamos o Keith…quero dizer, o Tchago, para gravarmos o som da TeleRichards, que é quem realmente sabe o que fazer com ela!

tele_micawber_pauleira77Viver o personagem é algo fantástico, mas fiquem calmos, ele não anda assim pra lá e pra cá senão o assédio de fãs seria uma loucura!tele_micawber_pauleira78Tchago veio caracterizado especialmente para as gravações que inauguramos com o projeto dessa tele!tele_micawber_pauleira79Estamos fazendo gravações de alguns trabalhos para que possam ouvir o som dos instrumentos que customizamos e confeccionamos (em breve divulgaremos o vídeo da Micawber no Canal Pauleira do You Tube). Infelizmente por enquanto não podemos nos dedicar totalmente a isso e vamos trabalhando conforme podemos…senão nossos clientes vão começar a pedir vídeos ao invés de instrumentos. Pauleira Pictures.tele_micawber_pauleira80tele_micawber_pauleira81tele_micawber_pauleira82tele_micawber_pauleira83Assim como não somos a Fender e o Tchago não é o Keith Richards, não nos preocupamos com a exatidão dos nossos “covers” e nem temos essa euforia pelo detalhe extremo de sermos quem não somos. Nós criamos um ambiente no qual nos divertimos trabalhando e divertimos quem nos prestigia….e curte rock’n roll!
tele_micawber_pauleira84E para encerrar todo este discurso, convido todos vocês para conhecerem a Banda Rockin’ Stones que está bombando no circuito noturno de São Paulo (capital e interior).

Site:
http://www.rockinstones.com.br/

Facebook:
https://www.facebook.com/rockinstones.tribute

Youtube:
http://www.youtube.com/user/rockinstonestribute/videos

Twitter:
https://twitter.com/rockinstones

 

tele_micawber_pauleira85
Ooooh my Gooooood!!!! Now I can retire myself and my Micawber!!

32 thoughts on “Tele Micawber Rockin’ Stones

  1. Rubens São Lourenço

    O slogan da Pauleira deveria ser “Usina de Obras de Arte”!! Incrível o trabalho de vocês!!!

    1. Pauleira

      Oi Rubennnnnnsssss!!!! Gostei da ideia rsrsrs é um nome bem motivador para os nossos desafios! Muito obrigada por sempre prestigiar nossos trabalhos!
      Um grande abraço

  2. Vicente

    Que capricho…Sem palavras !!!

    1. Pauleira

      Muito obrigada Vicente!!!! Ainda tem muito mais acontecendo por aqui e você vai curtir bastante!!! Abração

  3. Tiago

    Muito bom o trabalho, gostaria se saber se você consegue fazer esse trabalho de Relic em uma tele já montada? Parabéns novamente!!!!

    1. Pauleira

      Obrigada Tiago!! Bom teríamos que desmontar a guitarra para o Relic…ou não! Rsrsrs se quiser, mande uma foto pra gente conversar! inbox@pauleira.com.br
      Um abraço

  4. Pedro Torreão

    Fantástico, incrível a maneira como vocês enxergam cada trabalho, muito além de apenas um ‘trabalho’, os resultados são essas belíssimas obras de arte, tudo muito bem feito. Parabéns.

    1. Pauleira

      Muito obrigada Pedro! Um grande abraço

  5. Bruno

    Paula… To construindo uma Telecaster lá na B&H hehehe… Você pode me passar que tinta você usa e quais as cores delas pra simular os veios do ash? E por sinal, excelente trabalho. Grande abraço

    1. Pauleira

      Oi Bruno! Nós utilizamos tinta acrílica e procuramos cores próximas aos tons de madeira em lojas de artesanato. Muito obrigada e sucesso para você! Um abraço

  6. Sergio Magalhães

    Parabéns, trabalho incrível mesmo, principalmente a pintura para deixar o marupá com cara de Ash. Ah, uma pergunta técnica: quem faz os decalques com o seu logo e aquele da língua dos Stones? Sucesso sempre!

    1. Pauleira

      Oi Sergio! Muito obrigada!
      O desenho foi o Tchago do RockinStones e eu que fizemos. O decalque foi impresso pela SIRAP.
      Um abraço

  7. Pedro Ditz

    Magnífica essa tele, parabéns. O decal do headstock é um waterslide?

    1. Pauleira

      Oi Pedro, muito obrigada!
      É waterslide sim!
      Um abraço

  8. André Coelho

    PQP Paula!! Quase chorei de emoção aqui no trampo… Ficava dizendo, pqp, pqp, pqp… O pessoal veio todo ver junto sua obra de arte. De boa, essa é a guitarra mais fantástica que já vi pelo site (ok, ok, estou eufórico..). Mas com certeza está no TOP 5!! 🙂 Paula, a turma aqui manda os parabéns e logo, logo estaremos trocando milhares de e-mails desenvolvendo um novo projeto 😉 Abraços e beijos. Muito Sucesso!

    1. Pauleira

      hahahaa muito obrigada André!!! Agradece a todos aí por mim!
      Fico muito feliz que tenha gostado e aguardo o seu projeto também!
      Um abraço pra voce e para todo o pessoal do trampo!

    1. Pauleira

      Aaaah obrigada Lucaaaaaassss!!!
      Um abração pra voce e sucesso aí! =)

  9. Marcelo Fernandes

    Paula essa tele ficou linda demais !!
    Seria bacana fazer vídeos mostrando o processo de construção, reparo ou customização dos instrumentos.

    1. Pauleira

      Olá MArcelo muito obrigada!!! Sim, já estamos fazendo…estamos filmando tudo para dar um UP no nosso canal do You Tube!!! =)
      Brigadão!
      Um abraço

  10. Sergio Henrique

    Muito bom trabalho!
    Tenho uma réplica também e o Tchago Ceccheto provavelmente se inspirou nela pra encomendar uma.
    Basta buscar no youtube “micawber inspired telecaster mjt”

  11. Glauber

    Opa Paula, gostaria algumas informações sobre essas Tagimas anos 90 já que retirou totalmente a tinta. Qual a madeira usada no corpo, o corpo é inteiriço ou de madeira colada? Abçs!

    1. fmontone

      Oi Glauber, infelizmente não temos certeza sobre a madeira da base. Aí temos que perguntar para a Tagima rsrsrs Abraços!

  12. Luiz Azevedo

    Paula, o que você usou para envelhecer as ferragens?

    1. fmontone

      Oi Luiz, neste caso são ferragens já antigas. Tem uma série de soluções pra isso e tudo depende do tipo de material do banho da peça. Abraços!

  13. Customização Telecat | Pauleira

    […] as conversas sobre o projeto, partimos de uma referência desenvolvida “pela casa”, a Tele Micawber: pintura, relic, […]

  14. Gito

    Pauleira, lindo trabalho!!!!!
    qual o modelo de Tele da Fender que as cordas não passam pelo corpo?
    Quanto fica uma Relicagem em sua mão?
    Abraçaço

    1. fmontone

      Oi Gito! Não entendemos a pergunta rsrsrs mas obrigado pelo elogio! Os trabalhos de relicagem variam de acordo com a quantidade de trabalho envolvida. Pesado, médio ou leve. Também precisa ver se vai envolver outras coisas como regulagem, troca de cordas e afins. Mande um e-mail para inbox@pauleira.com.br e fazemos um orçamento para você ok? Abraços!

  15. Customização Telecat II | Pauleira

    […] tínhamos feito um, ficou um pouco mais fácil) – 5 cordas e afinação Keith Richards estilo Micawber (super facil) – Aplicar 7 cruzes de Ansata (Ankh) – simbolo egípcio com alguns […]

Deixe uma resposta

This is a demo store for testing purposes — no orders shall be fulfilled. Dispensar