Blindagem – Tinta Condutiva

151



Hoje, iremos tratar de um assunto polêmico: Blindaaagem!

Blindagem nada mais é do que o isolamento interno da parte elétrica de um instrumento contra interferências de campos elétricos ou eletromagnéticos externos (que geram ruídos).

Com isso, ao envolver totalmente a cavidade com material condutivo, cria-se um campo elétrico nulo em seu interior.  Isso ocorre pois, ao tampar a cavidade, as cargas se distribuem por igual nas extremidades cancelando o campo interno. Toda essa teoria foi desenvolvida por Michael Faraday dando origem a um experimento conhecido como Gaiola de Faraday (utilizada em diversas grandezas elétricas).

Agora que todos já sabemos para que serve a blindagem de um instrumento, vamos a mais um passo-a-passo de como isolar uma cavidade com tinta condutiva.

Ingredientes:

- Seladora
- Thinner
- Grafite em pó (de 3 a 5 potes)
- Pincel
- Recipiente de vidro
- Pedaço de Papel

Como fazer:

1. No recipiente de vidro, coloque 1/3 de seladora e 1/3 de thinner. Aos poucos acrescente o pó de grafite e mexa a mistura com o pincel até que o mesmo se dissolva formando uma massa homogênea, Palmirinha!

Como saber o ponto? Quando a mistura obtiver uma consistência cremosa (não muito rala, mas também não muito grossa) quer dizer que está no ponto para ser utilizada nas atividades de blindagem.

2.Na guitarra: as cavidades estão com tinta e verniz. Sendo assim, a tinta não adere na superfície. Portanto, com uma estopa embebida em thinner, passe por toda a cavidade – o que garantirá a retirada de camadas superficiais de verniz. Assim a tinta condutiva consegue uma melhor adesão.

O pedaço de papel serve como balsa para o pincel transitar entre o pote de tinta condutiva e o corpo da guitarra a fim de evitar catástrofes na pintura do mesmo.

3. Passe a tinta em toda base da cavidade.

E nas paredes laterais.

Foram necessárias duas demãos de tinta. A segunda para cobrir as falhas da primeira e assim garantir a condutividade do material da gaiola.

Dependendo da espessura da mistura que for produzida, são necessárias diversas demãos.

Mas como eu sei quanto está bom?

Você pode consultar o multímetro e ele deve acusar menos de 1 Kohms.

Resultado da blindagem com tinta condutiva. Que por coincidência é parte do projeto Johnny Ramone Tribute!

Para fechar a gaiola, é necessário forrar a parte interna do escudo com fita de cobre adesiva ou papel alumínio (esses de cozinha mesmo) com fita dupla-face.

Para quem for se aventurar nesse Do it yourself…good luck!

Nota da autora: existem outras possibilidades de blindagem, mas aproveitei este tutorial para ensinar a fazer a tinta condutiva que é um material relativamente barato e pode ser reaproveitado inúmeras vezes.


Palavras Chave:  :  :  : 

Pauleira : Paula Bifulco é luthier formada pela B&H Escola de Luthieria. Sagitário, gosta da cor roxa e seu ídolo nas guitarras é Brian Setzer. É do seu capricho no trato dos instrumentos musicais e da vontade de dividir seus conhecimentos que nasceu o blog pauleiraguitars.com



ANÚNCIO: Produtos Pauleira 2014
COMENTÁRIOS

Achilles

20 de julho de 2012


Pauleira me explica melhor… se eu tiver um recipiente com 300ml, quer dizer que eu vou colocar 100ml de thinner , 100ml de seladora, e mais o grafite em pó certo? quando eu sei q a quantidade de grafite está boa?

Pauleira

julho 23rd, 2012

Achilles, suponho que seja apenas um exemplo esse pote de 300 ml senão vc não terá como mexer a mistura rsrsrsrsrsrs
Mas a principio é isso…a quantidade de grafite legal é quando não fica muito líquida. Tipo fazer brigadeiro, sabe? =D

gilberto

28 de julho de 2012


Paula, eu posso utilizar ao invés de seladora, verniz marítimo??? é que tenho uma lata cheia e assim posso economizar!!!! Valeu!!!

Pauleira

julho 30th, 2012

Economia é tudo….mas não posso te dar 100% de certeza por se tratar de um verniz, que possui viscosidade maior do que uma seladora – esta por sua vez possui a facilidade de penetração nos poros da madeira.

George

6 de agosto de 2012


Paula, posso passar a mesma tinta condutiva na parte do escudo?

Pauleira

agosto 7th, 2012

Nossa…pode ser que fique uma “nhaca” rsrsrsrs

andre

25 de agosto de 2012


fala Paula, eu fiquei com uma duvida, minha guitarra é uma Jackson PS2 entao ela não tem escudo, aos potenciometros de volume e de tom são presos direto na madeira, sendo assim quando eu passar a tinta condutiva os 2 ficarão em contato e isso nao  fará com que entrem em curto ou pelo menos elimine suas funções? isso é uma pergunta de quem nao entende nada da parte eletrica da guitarra estou com medo que quando tiver corrente entre os 2 queime meu captador que é um Seymour Duncan duplo, me ajuda!
desde ja grato pela atenção!

Pauleira

agosto 26th, 2012

Os potenciometros de uma guitarra com escudo ficam encostados no aluminio ou na folha de cobre que é aplicada no escudo…
Isso nao vai queimar nada…

Henrique

6 de setembro de 2012


Vou blindar uma strato com folha de cobre. Há necessidade de revestir a cavidade traseira (das molas que seguram a ponte) e a respectiva tampa? Se fizer, prejudica em algo? Qual a chance de eu fazer uma me#*@ e sofrer sérios problemas com ela plugada em um amp de 50W (valvulado)?

Pauleira

setembro 13th, 2012

Henrique, a blindagem é apenas na parte elétrica do instrumento – o que não inclui as molas e sua tampa. Não tem necessidade…abs

Achilles

21 de setembro de 2012


Pauleira eu meço com o multimetro no corpo da guitarra depois de ter passado a tinta certo? como faço essa medida? numa guitarra com corpo solido passo a tinta condutiva tbm no compartimento dos captadores?

Pauleira

setembro 24th, 2012

Sim, também na cavidade dos captadores….aí mede quando a tinta secar!
Abs

Telvis

3 de novembro de 2012


Paula como faço para ligar esta tinta condutiva das cavidades ao terra da guitarra?

Pauleira

novembro 5th, 2012

Com um terminal eletronico + fio aterrado em um dos componentes…

Telvis

12 de novembro de 2012


Paula, eu novamente… Resolvi me aventurar a blindar minha guitarra com este método da tinta condutiva, e pesquisando em outros sites encontrei dois comentários que me deixou intrigado, um relatava que este método não fica legal porque com o tempo a grafite da tinta vai se soltando e entrando em contato com os componentes, o outro já se colocava contra qualquer tipo de blindagem com o argumento de que modificaria o timbre das guitarras pela capacitância que seria criada entre a blindagem e os componentes. Enfim estou agora em um empasse: estou com o material para fazer o serviço mas não sei se me arrisco ou não, o que acha destes comentários? Devo levar em consideração?

Pauleira

novembro 12th, 2012

Tem indústrias que utilizam essa blindagem por baixo da pintura das cavidades da parte elétrica.
Se a sua guitarra tiver 3 singles por exemplo eu indicaria a blindagem com folha de cobre.

Patrick

22 de novembro de 2012


Muito bom, salvou o meu dia, além de fazer a blindagem para acabar com o ”zuummmmm” da guitarra vou usar como projeto de física já que é uma gaiola de faraday. 2 em 1 kkk.

Renan

27 de novembro de 2012


Isso impede de fazer o ”feedback”?

Jose Pereira

5 de janeiro de 2013


Paula.
Adorei esta ideia!
Algo económico, eficaz, e bastante sujo! :D

Afonso

6 de fevereiro de 2013


Opa, to com um grande problema, a minha tinta não esta conduzindo, e estou usando bastante grafite, gostaria de saber qual pode ser o problema.
Muito obrigado pelo post é muito útil =D

Pauleira

fevereiro 6th, 2013

Bom, vc esperou secar para medir?
Quantas demãos passou?

leonardo Faria

13 de fevereiro de 2013


minha guitarra não tem escudo como a das fotos, os captadores ficam separados da gaiola de faraday ..   devo conduzir um fio por entre as cavidades dos captadores e aterrar ? se sim onde ?
Obrigado

Pauleira

fevereiro 27th, 2013

Neste caso você teria que interlidar o aterramento das cavidades, terminando na carcaça de um potenciometro, por exemplo.

marcel

26 de fevereiro de 2013


oi, paula! site muito legal! sem dúvida as melhores fotos passo-a-passo! e muito legal tua atitude de mostrar o que os profissionais com frequência preferem (numa atitude mesquinha) esconder.
mas eu tenho uma dúvida. estou querendo fazer a blindagem da minha guitarra. mas estou sem confiança na tinta condutora, pois minha guita é uma fender (sss) que tem essa tinta aplicada por debaixo da pintura da cavidade da parte elétrica, mas eu sinceramente acho que ela não funciona como deveria… bom minha pergunta é: aplico mais uma camada, fazendo essa tinta condutora caseira, ou parto pra a fita de cobre? o que funciona melhor?

Pauleira

fevereiro 27th, 2013

Oi MArcel tudo bem? Neste caso eu indico a fita de cobre mesmo!
Fico feliz que tenha gostado do blog!
Um abraço
Paula

Renato

28 de fevereiro de 2013


Olá Paula. Excelente o seu blog, não conhecia. Veja, no meu caso eu tenho uma Fender Strato Mex com 1 mini-humbucker (JB Jr) na ponte e mais os dois singles originais dela. Esse método seria o mais indicado? Abraço.

Pauleira

fevereiro 28th, 2013

Oi Renato obrigada…eu sugiro a blindagem com folha ou fita de cobre neste caso!
Um abraço

wellitom

21 de março de 2013


Paula parabéns pelo blog,no caso de eu fazer a blindagem com folha de cobre eu terei que ligar terra na gaiola? ou eu posso apenas fechar a cavidade da guitarra e deixar as folhas se encostando(da cavidade e escudo)?

Pauleira

março 29th, 2013

Sim, isso ja seria uma ligaçao! Abs

Niiel

25 de março de 2013


olá ,após a metalização d um determinado objecto, (sapatinho,plástico,emborrachado)posso bar banho por imersão de cobre eletroliticamente. Obrigado

.

jamisson

10 de maio de 2013


paula…queria mais detalhes sobre as medidas 

se eu entendi funciona assim…

ex.
o thinner vem com 900ml a medida que você pede para misturar seria 1/3 ou seja 300ml 
seria a mesma coisa no selador??
agradeço desde já….obriagado…

Pauleira

maio 14th, 2013

1/3 em relação a quantidade dos outros produtos e não 1/3 da quantidade da lata…tudo depende do recipiente que vai fazer a mistura!

Marcio

15 de maio de 2013


Paula em uma Telecaster vale a pena usar a tinta? 

Pauleira

maio 20th, 2013

Até vale, mas prefiro o cobre! =)

Silvio

20 de maio de 2013


Paula !! Utilizei todas as orientações passos que vc recomendou, mas com uma solução diferente, de deu muito certo ao multimetro. Fiz a tinta utilizando seladora para artesanato à base d’agua, de secagem rápida, sem diluição, mais ou menos 1/2 a 1/2 com o grafite; entre as demãos, sequei com pouca potencia com secador de cabelo (cerca de 3 min). A grande vantágem, além de mais limpo 3e menos tóxico, é que PODE CAIR NA PINTURA !!!! É só ir passando um pano ou esponja umida de imediato quando acontece !!! Abs !!!

Pauleira

maio 20th, 2013

Muito bom!!!!!! =)

Marcio

21 de maio de 2013


Mas Silvio essa blindagem com seladora de artesanato é eficiente? tira 100% da chiadeira? e o cobre? tira? Paula responde tb pls!! Valeu gente!!

Pauleira

maio 22nd, 2013

Eu não sei, não testei…o cobre é excelente!

Silvio

28 de maio de 2013


Marcio !! Não fiz comparações rigorosas, mas acho que nada se compara ao cobre ou mesmo ao alumínio. Usei uma variação da tinta condutiva que a Paula ensinou e está legal.

Marcos

29 de junho de 2013


Paula, a minha duvida é refente ao papel aluminio que você mencionou, qual o beneficio dele em relação a tinta caseira ou a folha de cobre? posso usar para revestir as cavidades dos captadores? ao inves de usar uma fita dupla-face posso usar alguma cola branca? obrigado e continue com este excelente blog.

Mauro

6 de julho de 2013


Paula, tudo bem?

Eu estou fazendo testes com Base Seladora da Acrilex + Grafite em Pó, 1 tubinho de grafite para 1 garrafinha da base seladora. Apliquei algumas camadas (umas 6, eu acho, ja que essa base da Acrilex é meio fina, mesmo sem diluir) e estou com um valor bastante alto no ohmímetro, as vezes chegando a estourar a escala de 20k ohms. Seria isso uma coisa boa ou o ideal seria ter na faixa dos 1k ohms mesmo?

http://www.youtube.com/watch?v=XDHx92Gvp3k

Pauleira

setembro 4th, 2013

Esperou secar para medir?

Arthur Quintino

21 de julho de 2013


Oi Paula, eu estou querendo fazer a blindagem da minha Les Paul teg 330, da Thomaz. Tu me recomenda a fazer o aterramento à cobre ou a tinta condutiva? Ou faço os dois?

Pauleira

setembro 4th, 2013

Pode usar a fita adesiva de cobre, eu particularmente prefiro.

Arthur Quintino

21 de julho de 2013


Complementando minha pergunta, o fio terra é “obrigatório”? E em quais partes eu devo interligar o fio?

Pauleira

setembro 4th, 2013

Sempre!
Bom, geralmente aterra-se todos os componentes e o interligamento das cavidades.

Raul

17 de agosto de 2013


Paula, em uma strato a cavidade do jack tbem deve aplicar o cobre, certo?! a dúvida é: seria necessário ligar algum fio na cavidade blindada dos captadores até essa cavidade blindada do jack??  e quanto aquela história de instalar mais um capacitor no circuíto de forma a evitar choque elétrico?? obrigado..

Pauleira

setembro 4th, 2013

Eu não blindo a cavidade do jack.

kartegian

4 de setembro de 2013


ola paulo cara muito bom essas dicas que você passa mais estou com duvida em relação a blindagem gostaria que mim explicasse como é feito os aterramento pois faço todo esquema de blindagem mais quando vou ligar ele anula o som uma pessoa mim falou que passasse uma fita crepe nos potenciômetro pq tava com contato e isolava o som mais vi na net que tem o lance do aterramento cara mim ajuda ai    

Pauleira

setembro 4th, 2013

Poxa aí eu teria que ver o que voce fez. Nao tenho como te falar o que está dando problema sem saber realmente onde ele está.
GEralmente o aterramento deve ser feito com uma boa solda e soldagem, aterrar todos os componentes, tomar cuidado com partes sendo aterradas sem necessidade (tipo o lance que te falaram da fita crepe)…são varios fatores…

Mateus Souza

17 de setembro de 2013


Ola como faço para ter um aterramento? Caso use use fita auminio na parte interna? e com a tinta precisa de aterramento? Abraços

Pauleira

setembro 30th, 2013

Sim, independente do material utilizado é necessário aterrar.
Em folha de cobre e papel aluminio, voce pode simplesmente soldar o fio.
No caso da tinta condutiva pode utilizar um terminal de aterramento, soldar o fio nele e parafusá-lo na cavidade!
Abs

Paulo Henrique

21 de setembro de 2013


Pode utilizar Tinta Condutiva De Prata Pura para fazer o processo?

Pauleira

setembro 30th, 2013

Não sei…acho que sim…mas precisaria testar né! Voce tem ai?

Rosimar

25 de setembro de 2013


Estou com um baixo com 2 captadores single, estilo jazz bass. Gostaria de saber se vc tem esquema de ligação dos mesmos, aterramento , etc . Quanto a blindagem o que vc indica, fita de cobre, tinta…. se fita ,,, onde eu consigo a mesma?? se puder me enviar o esquema de ligação !!!!

Pauleira

setembro 30th, 2013

Um esquema para Jazz Bass: http://www.seymourduncan.com/support/wiring-diagrams/schematics.php?schematic=std_jazz_bass

Gosto de usar fita de cobre. Voce encontra facilmente no MErcado Livre!

Abs

helio 70s

11 de outubro de 2013


Ola amigo, gostaria de saber se posso utilizar tinta condutiva ou folha de cobre para blindar telecaster ?
Qual das duas ficaria melhor ?
Abços.

Pauleira

outubro 14th, 2013

Sim, mas acredito que a folha de cobre seria uma opção melhor!
Abs

Khaue Facklam

5 de novembro de 2013


Tri a matéria, parabéns. Posso usar agua raz no lugar do Thinner? A folha de cobre, não achei em lugar nenhum. Ela é necessária depois da pintura, ou seria apenas uma segurança? Grato!

Pauleira

dezembro 2nd, 2013

A gente vê pelas instruções da seladora o que é mais indicado e geralmente é o thinner. A aguarras faz o produto coagular e estraga a mistura.
A folha de cobre você encontra na Casa da Boia e a fita adesiva de cobre no ML.
A blindagem é necessária para evitar ruídos e interferências.

Selton

14 de novembro de 2013


Pauleira
É preciso fazer as duas coisas? tanto usar a tinta condutiva quanto forrar com a fita de cobre ou aluminio?
Obrigado

Pauleira

novembro 25th, 2013

Não, cada elemento é uma blindagem…voce não mistura os tipos…faz um, ou outro ou o terceiro! =)
Abs

Robson

27 de novembro de 2013


Pauleira, boa tarde.

Não sei se posso postar no site, mas trabalho com tinta condutiva tanto na aplicação (pintura) como na venda ….. se houver interesse por gentileza entre em contato.
Abs,
Robson

Pauleira

dezembro 2nd, 2013

Robson, se preferir, mande para o meu email ou coloque o link do seu site aqui!
Abs
Paula

Robson

14 de janeiro de 2014


Boa tarde, 
Obrigado pela oportunidade.
Meu e-mail para pintura condutiva é :
g2hi@ig.com.br
Abs,
Robson

TOM VARGAS

20 de fevereiro de 2014


eu fiz, deu super certo! parabéns!

Pauleira

fevereiro 21st, 2014

Muito bom!

Marcelo

4 de abril de 2014


Olá.
Pessoal, tem um novo blog sobre tintas e colas condutivas:
http://tintaecolacondutiva.blogspot.com.br/2014/04/tinta-e-cola-condutiva.html

Marcelo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>